quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

O Curioso Jardim dos Venenos do Alnwick Garden.....















Interessante observarmos como são muitas as possibilidades que se abrem ao simples clicar do mouse: diferentes "paisagens", diversificadas culturas e suas idiossincrasias, pessoas e lugares tão distintos ou desconhecidos ao redor do planeta, ou apenas a simplicidade de um imagem ou som que nos emocione. Em uma dessas viagens tão especiais quanto virtuais, conhecí o inusitado "Jardim dos venenos" ou o "Jardim Venenoso", para o deleite dos botânicos, paisagistas ou simplesmente curiosos de plantão.
O Alnwick Garden , localizado em Northumberland na Inglaterra é um parque que tem diversos e maravilhosos jardins, uma estrutura arquitetônica verde criada pelos paisagistas belgos Jacques e Peter Wirtz, com enorme variedade de plantas e árvores onde os visitantes podem brincar em labirintos de bambu e se molhar nos jatos da Grand cascade, conforme o desejo de sua proprietária, a Duquesa de Northumberland que imaginou criar um jardim para as pessoas interagirem e apreciarem os espaços verdes , suas cores, aromas e sensações.
Além de espaço público, possui programas de voluntariado como convite a participação da comunidade na manutenção e ampliação das diversas áreas do parque, afinal somente com a apropriação efetiva pela população é que o espaço ou local se torna público e desfrutável.
O “The Poison Garden” é um dos mais conhecidos jardins do parque Alnwick Garden, ao atravessar o austero e assustador portão do Jardim venenoso de Alnwick, encontraremos mais de 100 espécies de plantas venenosas e narcóticas de todo o mundo.
O Alnwick Garden têm licença especial para cultivo de algumas plantas existentes no “Jardim Venenoso” como a maconha (cannabis sativa), coca (erythroxylum coca), o tabaco (nicotiana tabacum) que estão locadas atrás de grades em gigantescas gaiolas e, outras plantas venenosas e mortais famosas como a Mandragora (Mandragora officinarum) citada por Shakespeare em Romeu e Julieta e em filmes como Harry Potter e o Labirinto do Fauno; Noz-vômica (Strychnos nux-vomica); e ainda a Cicuta (Conium maculatum) plantada nos limites do The Poison Garden, que foi usada na histórica execução de Sócrates, um dos ícones da filosofia ocidental.
As visitas são monitoradas por guias especializados que discorrem sobre mitos e lendas, fatos cientifícos e históricos sobre a natureza mortal de algumas plantas, tendo o público visitante a oportunidade de aprender sobre o efeito das drogas em um ambiente informal. A segurança rígida é atenta 24 horas, de forma a evitar acidentes já que algumas plantas são tão tóxicas que podem causar a morte ao simples toque na pele.

...ampliando os horizontes, interessante de conhecer, mais ainda de aprender...

Liane Martins
Arquiteta paisagista
MC3 paisagismo
Fotos e informações site oficial: www.alnwickgarden.com

Fonte:http://www.paisagismodigital.com/noticias/?id=O-Curioso-Jardim-dos-Venenos-do-Alnwick-Garden?in=187

Nenhum comentário:

Postar um comentário