sexta-feira, 26 de março de 2010

Dedaleira - Digitalis purpurea




Nome Científico: Digitalis purpurea
Sinonímia: Digitalis tomentosa
Nome Popular: Dedaleira, digitalina, erva-dedal, abeloura, erva-albiloura, digital
Família: Plantaginaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Europa
Ciclo de Vida: Perene
A dedaleira pode ser cultivada como medicinal, por encerrar digitalina, e também como ornamental. As folhas são rugosas, em roseta e com nervuras elevadas na face inferior, que é mais clara. A inflorescência é bastante longa e composta de flores em formato de dedal, podendo ser róseas, roxas ou brancas, com pintas na parte interna, de acordo com a variedade.

Se impedida de terminar o ciclo através do corte da inflorescência murcha, retorna a florescer. Sua utilização medicinal deve ser muito criteriosa pois é uma planta muito tóxica em doses altas e se administrada a pessoas que não necessitam de seus efeitos. Excelente para bordaduras e maciços, jardineiras e vasos.

Devem ser cultivadas sempre a pleno sol, em solos férteis e enriquecidos com matéria orgânica. Floresce na primavera e verão. Indicada para regiões de altitude e clima ameno. Multiplica-se por sementes e por divisão da planta. Requer reformas bienais dos canteiros.

Medicinal
Indicações: Insuficiência cardíaca, arritimias.
Propriedades: Cardiotônica.
Partes usadas: Folhas e flores (Cuidado Planta Muito Tóxica).

FONTE: http://www.jardineiro.net/br/banco/digitalis_purpurea.php

Euterpe olearacea Mart.

Pequeno, redondo e de cor azul-noite, quase negro, o açaí pode ser considerado a pérola da Amazônia. O açaizeiro faz parte da família da...