sábado, 16 de maio de 2015

Aprenda a cultivar árvores frutíferas em vasos

Seja para decoração da casa ou o contato direto com a natureza, degustação e apreciação, as árvores frutíferas plantadas em vaso são criadas por um grande número de moradores que não dispensam um jardim ou horta em seu dia a dia.





As miniárvores são delicadas e produzem frutos tão saborosos quanto os de uma árvore de tamanho convencional. As espécies dependem apenas de pequenas adaptações na varanda – ou em qualquer outro espaço de sua escolha. Em áreas um pouco maiores é possível até cultivar um mini pomar.
Para a implantação perfeita de uma miniárvore, a indicação é que o vaso tenha 80 cm de largura por 85 cm de profundidade. Para que a plantação não seja prejudicada, é indispensável impermeabilizar o vaso; lembrando que a terra não pode ser dura ou empedrada. O melhor a fazer é inserir pedrinhas e uma camada de argila ou argila expandida para a drenagem da água, o que contribui para saúde e desenvolvimento da raiz.
Alguns cuidados especiais na adubação fazem toda a diferença no resultado final do seu plantio. Os adubos com liberação lenta, ricos em fósforo, duram até três meses e são os mais indicados para as árvores frutíferas, e a inserção de terra vegetal e húmus de minhoca também auxilia. A rega é outro ponto primordial e precisa ser realizada três vezes durante a semana em quantidade razoável, sem deixar a terra encharcada. As mudas precisam de iluminação solar, e o mínimo indicado é de quatro horas ao dia. As espécies preferidas para cultivo são: acerola, pitanga, romã, jabuticaba, pêssego, limão siciliano, mirtilo, amora e cajá-manga.



Agora vamos ao passo a passo para o plantio superfácil de uma árvore frutífera em vaso. Acompanhe:
Material:
- 1 muda de árvore frutífera ;
- Argila expandida;
- Terra vegetal;
- Cascalho pequeno;
- Vaso de terracota (seu tamanho deve ser proporcional ao tamanho da muda);
- Manta drenante;
- Pá.
Importante: a quantidade de terra, argila e cascalho vão depender do tamanho da muda e do vaso, mas a recomendação é comprar um saco de cada para futuras manutenções.
1º PASSO:
Coloque a manta drenante no fundo do vaso para a terra não escapar pelo dreno e também para permitir que a planta respire.
2º PASSO:
Cubra a manta drenante com a argila expandida. O recomendado é uma camada de cerca de cinco centímetros.
3º PASSO:
Sobre a argila expandida, coloque mais um pedaço da manta drenante.
4º PASSO:
Coloque uma camada de terra para que a raiz da muda fique na altura correta (o topo da muda, onde começa o caule, deve ficar a mais ou menos três centímetros da borda do vaso).
5º PASSO:
Remova cuidadosamente o plástico que envolve o torrão. Ele precisa ser mantido íntegro para que a raiz não seja prejudicada, o que pode atrapalhar o desenvolvimento da árvore.
6º PASSO:
Centralize a planta no vaso.
7º PASSO:
Complete os espaços com mais terra, mas não ultrapasse o colo do torrão, que é a região de transição entre o tronco e a raiz da planta.
8º PASSO:
Compacte a terra com as mãos até que a superfície fique uniforme.
9º PASSO:
Espalhe o cascalho ao redor da planta para fazer o acabamento.
10º PASSO:
Faça a primeira rega. Esta deve ser abundante para retirar as bolhas de ar e assentar o torrão.

2 comentários:

  1. Olá, Parabéns pelos artigos, eles tornaram o Blog excelente!!!
    Somos da Gramas Pardim uma empresa que produz, comercializa e aplica Grama Natural de altíssima qualidade nos mais diversos segmentos e regiões do Brasil.
    Visite nosso site e confira os Tipos de Grama que trabalhamos:
    Grama Esmeralda
    Grama Bermudas
    Grama São Carlos
    Grama Batatais
    Grama Santo Agostinho
    Grama Coreana

    Fornecemos para todo o Brasil, solicite-nos um orçamento para sua cidade e obtenha o melhor Preço de Grama do mercado, entre tantos municípios distribuímos:
    Grama em São Paulo SP
    Grama em Campinas SP
    Grama em Guarulhos SP
    Grama em Ribeirão Preto SP
    Grama em Belo Horizonte MG
    Grama em Rio de Janeiro RJ
    Confira !!!

    ResponderExcluir

Euterpe olearacea Mart.

Pequeno, redondo e de cor azul-noite, quase negro, o açaí pode ser considerado a pérola da Amazônia. O açaizeiro faz parte da família da...