quarta-feira, 3 de julho de 2013

Paquinha

                  As paquinhas são insetos da mesma ordem dos grilos e gafanhotos. O curioso, é que as patas que são super adaptadas para saltar nestes insetos, são modificadas para cavar nas paquinhas. As patas dianteiras são chamadas fossoriais, e são como pás, as do meio são adaptadas para a andar e as posteriores permanecem com a função de saltar, porém o salto é bastante raro nas paquinhas. Elas são musculosas e cavadoras super eficientes. Seu corpo é alongado, alcançando de 3 a 5 cm de comprimento. Ele é também robusto e de cor marrom a acinzentada, recoberto com pelos castanhos. As asas são do tipo tégmina e alcançam metade do abdomen. Possui longas antenas.
                 

                        As paquinhas escavam túneis logo abaixo da superfície do solo e criam câmaras, onde depositam cerca de seus ovos. Uma fêmea é capaz de produzir cerca de 200 ovos, distribuídos em 3 ou 4 câmaras, do tamanho de um ovo de galinha. As paquinhas tem hábito noturno, quando podem sair para se alimentar. Elas se alimentam de matéria orgânica, o que inclui outros insetos, raízes e pequenas brotações. no entanto o maior dano que elas podem causar ao gramado diz respeito aos túneis que cavam. Estes túneis acabam expondo e fragilizando as raízes do gramado que passa a secar e morrer em áreas circunscritas. As plantas novas, por não terem um sistema radicular bem desenvolvido ainda, são as mais afetadas.
Ao contrário do que muitos podem pensar, os grilotalpas são inofensivos e nada peçonhentos. Ao pegá-los na mão, não se assuste, os pequenos beliscões que ele dá na pele são a tentativa de cavar para se esconder.
A prevenção da infestação, consiste em melhorar a drenagem ou reduzir as regas do jardim durante a primavera. Assim as fêmeas do inseto tendem a migrar a outros locais para desovar, em busca de umidade. Para controlar a paquinha em jardins residenciais, podemos encharcar o terreno infestado com uma solução de água e detergente comum ou sabão. Esta medida deve ser tomada à tardinha ou à noite, pois a aplicação da solução sob o sol pode prejudicar as plantas. Se a infestação for muito grande, com muitas paquinhas saindo dos buracos, após a aplicação da solução, deve-se lançar mão de inseticidas para reduzir o problema.
Em gramados muito extensos, como em campos de golfe, é possível tentar o controle biológico, com nematóides parasitários, como o Steinernema scapterisci e S. riobravos. No entanto, observa-se que em áreas de alta manutenção, com gramados irrigados e bem cuidados, o controle é menos efetivo e duradouro do que em áreas de baixa manutenção.

Fonte : http://www.jardineiro.net/pragas/paquinha.html

Fonte foto : http://www.insetologia.com.br/2012/10/paquinha.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Euterpe olearacea Mart.

Pequeno, redondo e de cor azul-noite, quase negro, o açaí pode ser considerado a pérola da Amazônia. O açaizeiro faz parte da família da...