segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Empresa britânica vende planta que dá batatas e tomates

Os tomates crescem sobre a terra e as batatas, nas raízes.
Produto é resultado de enxerto, já que cruzamento não é possível.



A empresa britânica Thompson &  Morgan lançou uma planta que produz batatas e tomates, chamada Tomtato. Segundo vídeo da companhia publicado na internet, o vegetal é capaz de produzir até 500 tomates-cereja “mais doces do que qualquer um que possa ser comprado no supermercado”, além das batatas, nas raízes.
O produto, que custa 14,99 libras (cerca de R$ 55) e é mandado pelo correio, é na verdade um enxerto entre um pé de batata e um tomateiro, o que, segundo especialista ouvido pelo G1, não é algo muito difícil de se fazer, já que ambas as plantas são da família das solanáceas. “Isso já foi feito de maneira experimental, mas não de forma comercial”, explica o líder do programa de melhoramento de batatas da Embrapa Clima Temperado, Arione Pereira.
O enxerto consiste em ligar partes de duas plantas, fazendo com que cresçam juntas, algo diferente dos cruzamentos de variedades que dão origem a plantas híbridas, com mistura de material genético. “Não é possível cruzar batata com tomate, portanto o que foi mostrado no vídeo são duas plantas: tomate em cima enxertada em batata, na parte de baixo, e não um híbrido”, explica o professor-titular aposentado da Faculdade de Agronomia da Unesp e consultor do Globo Rural, Chukichi Kurozawa.

Fonte:  http://g1.globo.com/natureza/noticia/2013/09/empresa-britanica-vende-planta-que-da-batatas-e-tomates.html

 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Plantas que ajudam a purificar o ar

6 Plantas para ajudar na purificação do ar na sua casa:


1. Palmeira de Bambu : elimina formaldeído e também atua como um umidificador natural.

2. Espada de São Jorge: serve para absorver os óxidos de nitrogênio e formaldeído.

3. Palmeira: uma das melhores plantas purificadoras do ar. Para a limpeza do ar em geral.
4. Planta aranha: grande planta para o interior da casa que elimina o monóxido de carbono e outras toxinas e impurezas. .

5. Lírio de paz: este poderíamos chamar de “limpeza de todos.” Frequentemente são colocados no banheiro ou lavanderia, uma vez que eles são conhecidos para a remoção de esporos de fungos. Também conhecido para eliminar formaldeído e tricloroetileno (é um hidrocarboneto clorado comumente usado como um solvente industrial ).

6. Gérbera: no solo estas maravilhosas flores eliminam o benzeno no ar, são conhecidos para melhorar o sono ao absorver dióxido de carbono e emitem mais oxigênio durante a noite.



Fonte : https://www.facebook.com/ReciclagemJardinagemEDecoracao

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Lagarta




Lagarta que imita fezes de Pássaros:



Não tá fácil para ninguém! Para estar segura durante parte da sua fase larval a lagarta de borboleta da espécie Papilio xuthus se passa por cocô de passarinho. Não é piada não! Em uma espetacular estratégia de sobrevivência esta lagarta mimetiza fezes com tanta perfeição que até mesmo para os humanos fica difícil distingui-la de um cocô. É difícil imaginar um disfarce mais eficiente que esse para evitar virar comida de pássaro.
 Do primeiro ao quarto instar larval o corpo da Papilio xuthus  exibe uma coloração preta intercalado com branco, além disso, o corpo parece irregular e com grumos, tal como um cocô de passarinho espatifado. Ela não faz nenhuma questão de se esconder durante estas fases, só quando muda para o quinto instar é que assume uma cor verde muito parecida com o tom encontrado nas folhas da sua planta hospedeira, nesta fase, ou invés de mimetismo, elas utilizam uma estratégia críptica, ou seja, de camuflagem… Aí sim, fica difícil encontrá-la.
 Para controlar sua aparência de cocô elas usam o “hormônio juvenil”. Enquanto está nos primeiros instares, o hormônio juvenil age em seu organismo, proporcionando o disfarce perfeito. Quando tal hormônio para de atuar, ela sofre uma muda de pele (ecdise) e aí assume sua forma críptica. Em experimentos realizados por biólogos  japoneses, eles trataram as larvas nos primeiros instares com o hormônio juvenil e mesmo quando ela deveria trocar de aparência elas se mantiveram parecidas com titica de passarinho ou invés de se tornarem verdes. Ou seja, na presença do hormônio ficam parecidas com cocô, sem ele, elas se tornam verdes.



Fonte :http://diariodebiologia.com/2013/09/lagarta-esperta-imita-coco-de-passarinho-para-nao-ser-devorada/

CHUVA






Fonte : http://diariodebiologia.com/